Páginas

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

A ÁRVORE DE MIL CORES


UMA MARAVILHA DA NATUREZA 
À primeira vista, pode parecer que a árvore tenha sido alvo de alguns grafiteiros.
Nada está mais longe da realidade, porque a cor variada de seu tronco é
totalmente natural.
Esta curiosa árvore pertence à espécie "Eucalyptus deglupta".
Sua característica mais marcante é precisamente a coloração vistosa do seu tronco, que
a levou a ganhar o apelido de "arco-íris Eucalyptus".
O aspecto marcante destas plantas ocorre devido à forma como eles mudam sua casca.  
A mudança ocorre em etapas ao longo do ano, quando dentro da haste verde escurece para dar lugar aos
tons de azul, roxo, marrom, laranja, rosa e ocre.
Na verdade, o nome da espécie, "deglupta" deriva de uma palavra latina que descreve
o processo de muda em função da separação da casca.
Nativa do sul das Filipinas, Indonésia e Nova Guiné
 Hoje em dia, podem ser encontradas em várias regiões tropicais,
como Porto Rico, porque cresce muito rápido em terra ensolarada, úmida e
de boa drenagem.
Em condições ideais, pode crescer até três metros em um ano.
Isto fez com que o seu cultivo, assim como outras espécies de eucalipto,
seja muito comum na indústria do papel. 
 É claro, sua cor marcante natural faz dela uma árvore ornamental
muito apreciada em jardinagem.
Com esse caule multicolorido e volumoso torna-se uma excelente opção para plantio em alamedas em locais de bastante espaço e afastado de construções.
Além do tronco suas folhas também são decorativas, apresentam coloração verde-escuro brilhante na parte superior e acinzentado na parte inferior.
Produz grande quantidade de flores brancas pequenas reunidas em grandes inflorescências florescendo diversas vezes ao ano sendo que o auge ocorre na primavera. Essas flores são perfumadas e melíferas.
 Esse Eucalipto é o único nativo do hemisfério norte e nas Filipinas é a espécie mais usada para a produção de celulose.  Também é conhecido por outros nomes: Eucalipto da Nova Guiné, Eucalipto das Filipinas.  Nesses dois países recebe os seguintes nomes regionais: Bagras nas Filipinas e Kamareal na Nova Guiné. 

MEU MUNDO É AZUL

2 comentários:

  1. Carmen Lins de Carvalho16 de novembro de 2012 09:03

    Estou encantada com as árvores "arco-iris"

    ResponderExcluir