Páginas

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

AS CINCO BOLAS


BRIAN DYSON - EX-PRESIDENTE DA COCA - COLA
"Imagine a vida como um jogo em que você esteja fazendo malabarismos com cinco bolas no ar.  Estas são: seu Trabalho - sua Família - sua Saúde - seus amigos e sua vida espiritual, e você terá de mantê-las todas no ar.  Logo você vai perceber que o trabalho é como uma bola de borracha. Se soltá-la,ela rebate e volta.  Mas as outras quatro bolas, família, saúde, amigos e espírito, são frágeis como vidros. 
Se você soltar qualquer uma destas, ela ficará irremediavelmente lascada, marcada, com arranhões, ou mesmo quebradas, vale dizer, nunca mais será a mesma.  Deve entender isto: tem que apreciar e esforçar para conseguir cuidar do mais valioso. Trabalhe eficientemente no horário regular do escritório e deixe o trabalho no horário. Gaste o tempo requerido à tua família e aos seus amigos verdadeiros. Faça exercício, coma e descanse adequadamente. E sobretudo... Cresça na sua vida interior, no espiritual, que é o mais transcendental, porque é eterno.  Shakespeare dizia: "Sempre me sinto feliz, sabes por quê? Porque não espero nada de ninguém. Esperar sempre dói."
 
Os problemas não são eternos, sempre têm solução. O único que não se resolve é a morte. A vida é curta, por isso, ame-a!  Viva intensamente e recorde:  Antes de falar... Escute!  Antes de escrever... Pense!  Antes de criticar... Examine!  Antes de ferir... Sente!  Antes de orar... Perdoe!  Antes de gastar... Ganhe!  Antes de render... Tente de novo!  ANTES DE MORRER... VIVA!” 

COBRAS 
 

2 comentários:

  1. Shakespeare dizia: "Sempre me sinto feliz, sabes por quê? Porque não espero nada de ninguém. Esperar sempre dói."
    Custei mas aprendi!

    ResponderExcluir
  2. Carmen lins de Carvalho7 de agosto de 2012 16:42

    E como dói, sobretudo quando o resultado não é o que esperávamos!

    ResponderExcluir