Páginas

segunda-feira, 13 de maio de 2013

E OS GALÃS DO PASSADO - 1


ERAM OS NOSSOS HERÓIS !...

PAUL NEWMAN
Paul Leonard Newman (Shaker Heights, 26 de janeiro de 1925 – Westport, 26 de setembro de 2008) foi um ator, dublador e diretor cinematográfico estado-unidense.
Filho de um bem sucedido comerciante de artigos esportivos, Newman começou a carreira em peças do colégio e, após obter a dispensa da marinha americana em 1946, foi estudar no Kenyon College. 
Após a formatura, ele passou um ano na Yale Drama School indo depois para Nova Iorque, onde entrou para a renomada escola de formação de atores Actors Studio, dirigida por Lee Strasberg.
Depois de sua primeira aparição na Broadway em Picnic (1953), foi-lhe oferecido um contrato pela Warner Bros.. Seu primeiro filme, The Silver Chalice (br: Cálice Sagrado), de 1954, foi quase o seu último: considerou sua performance muito ruim e publicou um anúncio de página inteira num jornal pedindo desculpas a quem tivesse visto o filme.


Saiu-se muito melhor na sua segunda tentativa, em Marcado pela Sarjeta (1956), no Brasil, onde deu vida ao boxeador Rocky Graziano e foi aclamado pela crítica por sua grande atuação.
Com Cat on a Hot Tin Roof (br: Gata em Teto de Zinco Quente) e The Long Hot Summer (br: O Mercador de Almas), cuja atuação lhe valeu o prêmio de melhor ator no Festival de Cannes, estabelecendo-o como novo astro de Hollywood no fim da década de 1950, Paul tornou-se um líder de bilheterias da década seguinte estrelando filmes como The Hustler (br: Desafio à Corrupção, 1961), The Prize (br: Criminosos Não Merecem Prêmio), 1963), Hud (br: O Indomado, 1963), Cool Hand Luke (br: Rebeldia Indomável, 1967) e Hombre (1967), fechando os anos 1960 com o mega sucesso de crítica e bilheteria mundial Butch Cassidy and the Sundance Kid (br: Butch Cassidy / pt: Dois Homens e um Destino, 1969), ao lado de Robert Redford.


A dupla trabalharia junta quatro anos depois em Golpe de Mestre / A Golpada de George Roy Hill, outro grande sucesso de Newman e vencedor do Oscar de melhor filme de 1973.
Também produziu e dirigiu muitos filmes de qualidade, incluindo Rachel, Rachel (1968), estrelado pela esposa Joanne Woodward e com o qual foi premiado com o Globo de Ouro de melhor diretor. Indicado dez vezes pela Academia como melhor ator, finalmente venceu por sua atuação em The Color of Money (A Cor do Dinheiro, 1986). Por curiosidade, no ano anterior havia recebido um Oscar especial pelo conjunto da carreira.
Outros filmes importantes de Paul Newman são: Cat on a Hot Tin Roof (br: Gata em Teto de Zinco Quente, 1958), The Long Hot Summer (br: O Mercador de Almas, 1958), Exodus (1960), Sweet Bird of Youth (br: Doce Pássaro da Juventude), onde refez no cinema o mesmo papel que já havia feito na Broadway (1962), Torn Curtain (br: Cortina Rasgada, 1966), The Towering Inferno (br: Inferno na Torre / pt: Torre do Inferno, 1974), Absence of Malice (br: Ausência de Malícia, 1981) e The Verdict (br: O Veredicto, 1982).


Fazendo menos filmes na década de 1990, e se dedicando mais à sua fábrica de molhos e condimentos, Newman's Own (com a qual ganhou mais dinheiro que no cinema, porém dedicou quase todo o lucro à caridade e à sua equipe de corridas), Paul reapareceu em grande estilo, já aos 77 anos, em Road to Perdition (br: Estrada para Perdição, 2002), trabalhando com Tom Hanks e o futuro James Bond, Daniel Craig, e foi novamente indicado ao Oscar, desta vez como ator coadjuvante. 


Em 1995, ganhou o Urso de Prata no Festival de Berlim como melhor ator no filme Nobody's Fool (br: O Indomável - Assim é Minha Vida)
Newman, ex-fumante inveterado, padeceu por muito tempo de câncer do pulmão. Em maio de 2008, foi afastado da direção de uma versão de Ratos e homens, baseada no livro de John Steinbeck. A doença havia sido diagnosticada pelo hospital Sloan-Kettering Cancer Centre, em Nova York.
Em março de 2008, Newman negou boatos de que estaria com câncer, depois de ter faltado a um evento beneficente da instituição infantil Hole in The Wall Gang, criada por ele. No mesmo mês, ele cancelou uma aparição no talk show The Late Show with David Letterman. Seu porta-voz, Warren Cowan, despistou sua hospitalização, insistindo que o ator estava "recebendo tratamento para pé-de-atleta e queda de cabelo". O jornal New York Post divulgou que um paciente de câncer disse ter visto Newman em março de 2008 no oncologista regularmente.
Em agosto, após encerrar as sessões de quimioterapia contra o câncer, o ator Paul Newman foi informado de que teria poucas semanas de vida e pediu aos médicos e a seus familiares para deixar o hospital e ser levado à sua casa, em Westport, no estado americano de Connecticut, onde morreu em 26 de setembro de 2008.

ROCK HUDSON 
Roy Harold Scherer Jr., conhecido profissionalmente como Rock Hudson (Winnetka, 17 de Novembro de 1925 — Los Angeles, 2 de outubro de 1985), foi um ator norte-americano, famoso pelos dramas que fez com o diretor Douglas Sirk e pelas comédias românticas que estrelou ao lado de Doris Day.
Rock Hudson teve uma vida conturbada. Aos quatro anos foi abandonado pelo pai, Roy Harold Scherer, passando a ser educado com muita dificuldade pela mãe, Katherine Wood, uma empregada doméstica, na cama de quem dormiu até os quinze anos, no alojamento dos criados.
Estudou na New Trier High School, de Illinois. Ganhava alguns trocados entregando jornais. Aos dezoito anos, alistou-se na Marinha dos Estados Unidos, servindo na lavanderia. Foi quando sua sexualidade despertou. No meio de tantos rapazes, sentia-se inteiramente à vontade. Tentou até manter um comportamento viril para se mostrar um deles. 
Entrou para a universidade e, orientado por um professor, tirou várias fotos e enviou-as para vários agentes de artistas de Hollywood.
Em 1946, após dar baixa na Marinha, Roy foi para Los Angeles, onde trabalhou como caminhoneiro por dois anos para se sustentar, até que um encontro fortuito com o olheiro Henry Wilson em 1948 o tirou do anonimato. Wilson apresentou Roy para Ken Hodge, um produtor musical. Os dois se tornaram amantes. E foi numa festa, no apartamento de Ken, que Roy Sherer se tornou Rock Hudson. Os convidados decidiram que, se ele queria se tornar ator, deveria "renascer" com um outro nome. Ken pronunciou aleatoriamente "Rock", por causa do som duro; "Hudson" foi escolhido na lista telefônica.
Na década de 1970, a carreira de Hudson no cinema parecia estar no fim. Assinou então contrato para uma longa série televisiva. Para um astro de sua grandeza, era uma queda e tanto. E o pior é que teria de participar de cenas na cama com a atriz Susan St. James. Eles inclusive teriam um filho na série. Para ele, era demais. Começou a beber e descuidou-se. Era visto em círculos homossexuais de Los Angeles, São Francisco e Nova Iorque. Sua imagem ficou seriamente abalada quando se espalharam boatos de que teria se "casado" com o apresentador de um show da televisão, o ator Jim Nabors. 
Este acabou perdendo o seu contrato quando o falatório chegou à CBS. Os dois não ousavam aparecer juntos e jamais se falaram novamente. Rock inclusive tinha medo de ir ao Havaí, pois sabia que Nabors tinha uma casa lá. Em 1982, uma revista anunciou seu "divórcio".
Sua última aparição no cinema foi em O Embaixador (The Ambassador, 1984), de J. Lee Thompson, coestrelado por Robert Mitchum. Desde o início da década de 1980, já com os primeiros indícios de que havia contraído aids, o ator passou a fazer mais séries e seriados para a TV, como O Casal McMillan (McMillan & Wife, 1971-1977). Seus últimos trabalhos foram a participação em vários capítulos da série Dinastia (Dinasty).
Rock Hudson só assumiu a doença três meses antes de morrer, ao anunciar que doaria 250 mil dólares para uma fundação recém-aberta para cuidar de pesquisas sobre o vírus da aids. Também estava escrevendo uma biografia, cujo título provisório era Minha História, e cuja renda seria revertida toda para essa fundação.
Faleceu em 2 de outubro de 1985 em Los Angeles nos Estados Unidos. Seu corpo foi cremado e as cinzas jogadas ao mar.
Ganhou quatro vezes o Golden Globe.

 FILMOGRAFIA:
     
  • 1948 Sangue, Suor e Lágrimas (Fighter Squadron)
  • 1949 Sangue Acusador (Undertow)
  • 1950 Larápios (I Was a Shoplifter)
  • 1950 Nem o Céu Perdoa (One Way Street); não creditado
  • 1950 Winchester '73 (Winchester '73)
  • 1950 Peggy (Peggy)
  • 1950 O Gavião do Deserto (The Desert Hawk)
  • 1950 Extorsão (Shakedown)
  • 1951 Coração Selvagem (Tomahawk)
  • 1951 Crime no Circo (The Fat Man)
  • 1951 Escola de Bravos (Air Cadet)
  • 1951 O Demolidor (Iron Man)
  • 1951 Só Resta a Esperança (Bright Victory)
  • 1952 A Família do Barulho (Here Come the Nelsons)
  • 1952 E o Sangue Semeou a Terra (Bend of the River)
  • 1952 Anjo Escarlate (Scarlet Angel)
  • 1952 Sinfonia Prateada (Has Anybody Seen My Gal?)
  • 1952 Império do Pavor (Horizons West)
  • 1952 Bando de Renegados (The Lawless Breed)
  • 1953 Seminole (Seminole)
  • 1953 Gigantes em Fúria (Sea Devils)
  • 1953 A Espada de Damasco (The Golden Blade)
  • 1953 Choque de Paixões (Back to God's Country)
  • 1953 Irmãos Inimigos (Gun Fury)
  • 1954 Herança Sagrada (Taza, Son of Cochise)
  • 1954 Sublime Obsessão (Magnificent Obsession)
  • 1954 Rifles Para Bengala (Bengal Brigade)
  • 1955 Sangue Rebelde (Captain Lightfoot)
  • 1955 Seu Único Desejo (One Desire)
  • 1955 Tudo o Que o Céu Permite (All That Heaven Allows)
  • 1956 Nunca Deixei de Te Amar (Never Say Goodbye)
  • 1956 Assim Caminha a Humanidade (Giant)
  • 1956 Palavras ao Vento (Written on the Wind)
  • 1957 Hino de uma Consciência (Battle Hymn)
  • 1957 Sangue Sobre a Terra (Something of Value)
  • 1957 Adeus às Armas (A Farewell to Arms)
  • 1958 Almas Maculadas (The Tarnished Angels)
  • 1958 Turbilhão de Paixões (Twilight for the Gods)
  • 1959 O Vale das Paixões (This Earth Is Mine)
  • 1959 Confidências à Meia-Noite (Pillow Talk)
  • 1961 O Último Por-do-Sol (The Last Sunset)
  • 1961 Quando Setembro Vier (Come September)
  • 1961 Volta, Meu Amor (Lover Come Back)
  • 1962 Labirinto de Paixões (The Spiral Road)
  • 1963 Águias em Alerta (A Gathering of Eagles)
  • 1964 O Esporte Favorito do Homem (Man's Favorite Sport?)
  • 1964 Não Me Mandem Flores (Send me No Flowers)
  • 1965 Amor à Italiana (Strange Bedfellows)
  • 1965 Um Favor Muito Especial (A Very Special Favor)
  • 1965 De Olhos Vendados (Blindfold)
  • 1966 O Segundo Rosto (Seconds)
  • 1967 Tobruk (Tobruk)
  • 1968 Estação Polar Zebra (Ice Station Zebra)
  • 1968 A Gatinha Que Eu Quero (Ruba al Prossimo Tuo)
  • 1969 Jamais Foram Vencidos (The Undefeated)
  • 1970 Minha Adorável Espiã (Darling Lili)
  • 1970 Ninho de Vespas (Hornet's Nest)
  • 1971 Garotas Lindas aos Montes (Pretty Maids All in a Row)
  • 1973 Inimigos à Força (Showdown)
  • 1976 Embrião (Embryo)
  • 1978 Avalanche (Avalanche)
  • 1980 A Maldição do Espelho (The Mirror Crack'd)
  • 1984 O Embaixador (The Ambassador)  
     RICHARD BURTON
Richard Burton, CBE (pseudônimo de Richard Walter Jenkins; Pontrhydfen, 10 de novembro de 1925 — Genebra, 5 de agosto de 1984) foi um ator britânico nascido no País de Gales.
Foi o penúltimo dos doze filhos da família Jenkins. Seu pai era apaixonado por poesia. Ele não pensava em ser ator, mas sim em ser professor.
Estreou no teatro aos dezessete anos pelas mãos do dramaturgo Emilyn Williams. 
 
O nome artístico Burton ele buscou em um professor que desde a adolescência o incentivou a seguir a carreira de ator. Ele se formou em Oxford e serviu durante três anos na Real Força Aérea Britânica.
Em Londres ficou conhecido por suas interpretações das obras de Shakespeare, principalmente Hamlet e Henrique IV. Rodou o seu primeiro filme em 1949, The Last Days of Dolwyn. Seu filme de maior sucesso nesse período foi Amargo triunfo, em 1957, dirigido por Nicholas Ray.
Alcançou o status de estrela internacional só nos anos 60, quando atuou ao lado de sua mulher Elizabeth Taylor em grandes produções como Cleópatra em 1962, Gente muito importante em 1963, Quem tem medo de Virgínia Woolf em 1966 e A megera domada em 1967.

Richard Burton e Elizabeth Taylor casaram-se e divorciaram-se duas vezes. O primeiro casamento foi em 1964 e terminou em divórcio em 1973. O segundo foi em 1975 e terminou um ano depois. Isso tudo ocorreu por conta do alcoolismo de Richard. No ano de 1975, Richard e Elizabeth adotaram uma menina alemã, a quem deram o nome de Maria Taylor Burton. Foi sua única filha e não teve filhos biológicos.

Devido aos escândalos na vida privada, sua aparição conjunta no drama conjugal Quem tem medo de Virginia Woolf?, baseado numa obra de Edward Albee despertou grande expectativa na imprensa sensacionalista. Foi um filme que falava da vida conjugal de muitas brigas entre ele e a esposa. Eles mesmos protagonizaram o filme.

Após o segundo divórcio de Liz Taylor casou-se com a modelo Susan Hunt. Bebedor inveterado, foi durante esse casamento que tentou parar de beber. Após seis anos, o casamento acabou e voltou a beber muito. Ainda se casaria com a assistente de produção da BBC, Sally Hay.

Fez mais de quarenta filmes e foi indicado ao Oscar de melhor ator por sete vezes, embora nunca tenha sido premiado. Burton morreu de cirrose hepática, aos 58 anos, depois de um violento processo de autodestruição, que o levou a tomar, durante muitos anos, uma garrafa de vodca todas as manhãs. Encontra-se sepultado no Cemitério Vieux, Céligny, Genebra na Suiça.
 

FILMOGRAFIA
Ano Título Papel Diretor Coestrelas
1949 The Last Days of Dolwyn Gareth Russell Lloyd e Emlyn Williams
1949 Now Barabbas Paddy Gordon Parry
1950 Waterfront Ben Satterthwaite Michael Anderson
1950 The Woman with No Name Nick Chamerd Ladislao Vajda
1951 Green Grow the Rushes Robert 'Bob' Hammond Derek N. Twist
1952 Eu Te Matarei, Querida Philip Ashley Henry Koster Olivia de Havilland, Audrey Dalton, Ronald Squire, George Dolenz e John Sutton
1953 The Desert Rats Capt. 'Tammy' MacRoberts Robert Wise Robert Newton, Robert Douglas, Torin Thatcher, Chips Rafferty, Charles 'Bud' Tingwell
1953 O Manto Sagrado Marcellus Gallio Henry Koster Jean Simmons, Victor Mature, Michael Rennie
1955 O Gênio da Ribalta Edwin Booth Philip Dunne Maggie McNamara, John Derek, Raymond Massey, Charles Bickford, Elizabeth Sellars, Eva Le Gallienne
1955 As Chuvas de Ranchipur Dr. Major Rama Safti Jean Negulesco Lana Turner, Fred MacMurray
1956 Alexander the Great Alexander Robert Rossen Fredric março, Peter Cushing, Barry Jones
1957 Bitter Victory Capt. Leith Nicholas Ray
1957 Sea Wife Biscuit Bob McNaught Joan Collins, Basil Sydney, Cy Grant
1958 Odeio Essa Mulher Jimmy Porter Tony Richardson Claire Bloom, Mary Ure, Edith Evans
1959 Sen noci svatojanske Narrator Jirí Trnka
1960 Ice Palace Zeb Kennedy Vincent Sherman
1960 The Tempest (TV) Caliban George Schaefer
1960 The Bramble Bush Dr. Guy Montford Daniel Petrie
1960 The Fifth Column (TV)
John Frankenheimer
1962 The Longest Day Flight Officer David Campbell Ken Annakin e Andrew Marton Eddie Albert, Paul Anka, Sean Connery, Henry Fonda
1963 Cleopatra Marco Antônio Joseph L. Mankiewicz Elizabeth Taylor, Rex Harrison
1963 Gente Muito Importante Paul Andros Anthony Asquith Elizabeth Taylor, Louis Jourdan, Maggie Smith, Orson Welles, Rod Taylor, Elsa Martinelli, Margaret Rutherford
1964 Zulu Narrador (voz) Cy Endfield Stanley Baker, Jack Hawkins, Ulla Jacobsson, James Booth, Michael Caine
1964 Becket, o favorito do rei Thomas à Becket Peter Glenville Peter O'Toole, John Gielgud, Donald Wolfit, Martita Hunt, Pamela Brown, Siân Phillips
1964 A Noite do Iguana Rev. Dr. T. Lawrence Shannon John Huston Ava Gardner, Deborah Kerr
1964 Hamlet (1964) Hamlet Bill Colleran e John Gielgud
1965 O que é que há, gatinha Man in Strip Club (sem créditos) Clive Donner e Richard Talmadge Peter Sellers, Peter O'Toole, Romy Schneider, Capucine, Paula Prentiss, Woody Allen, Ursula Andress
1965 Adeus às ilusões Dr. Edward Hewitt Vincente Minnelli Elizabeth Taylor, Eva Marie Saint, Charles Bronson
1965 The Spy Who Came in from the Cold Alec Leamas Martin Ritt Claire Bloom, Oskar Werner, George Voskovec
1966 Quem tem medo de Virginia Woolf? George Mike Nichols Elizabeth Taylor, George Segal, Sandy Dennis
1967 A Megera Domada Petruchio Franco Zeffirelli Elizabeth Taylor
1967 Doctor Faustus (filme) Doctor Faustus ele mesmo e Nevill Coghill Elizabeth Taylor, Andreas Teuber
1967 Os Farsantes Brown Peter Glenville Elizabeth Taylor, Alec Guinness, Peter Ustinov
1968 Boom Chris Flanders Joseph Losey Elizabeth Taylor
1968 Desafio das águias Maj. Jonathan Smith, MC Brian G. Hutton Clint Eastwood e Mary Ure.
1968 Candy MacPhisto Christian Marquand Ewa Aulin, John Astin, Charles Aznavour, Marlon Brando
1969 Staircase Harry Leeds, Owner of Chez Harry Stanley Donen Rex Harrison
1969 Anne of the Thousand Days King Henry VIII Charles Jarrott Geneviève Bujold, Anthony Quayle, Irene Papas
1971 Mooch Goes to Hollywood (TV) Narrador (sem créditos) Richard Erdman
1971 Raid on Rommel Capt. Alex Foster Henry Hathaway John Colicos, Clinton Greyn, Wolfgang Preiss, Danielle De Metz
1971 Villain Vic Dakin Michael Tuchner Ian McShane, T. P. McKenna, Frank Fletcher, Donald Sinden
1972 Under Milk Wood Narrador Andrew Sinclair
1972 O Assassinato de Trotsky Leon Trotsky Joseph Losey Alain Delon, Romy Schneider
1972 Hammersmith Is Out Hammersmith Peter Ustinov
1972 Bluebeard Baron von Sepper Edward Dmytryk e Luciano Sacripanti
1973 Divorce His - Divorce Hers (TV) Martin Reynolds Waris Hussein Elizabeth Taylor
1973 Sutjeska Josip Broz Tito Stipe Delic
1973 Rappresaglia Lt. Col. Herbert Kappler George P. Cosmatos
1974 Il Viaggio Cesare Braggi Vittorio De Sica
1974 The Klansman Breck Stancill Terence Young Lee Marvin
1974 Brief Encounter (TV) Alec Harvey Alan Bridges Sophia Loren, Jack Hedley, John Le Mesurier
1974 The Gathering Storm (TV) Winston Churchill Herbert Wise
1977 Exorcist II: The Heretic Father Philip Lamont John Boorman Linda Blair e Louise Fletcher
1977 Equus (filme) Martin Dysart Sidney Lumet Peter Firth, Jenny Agutter, Joan Plowright, Colin Blakely
1978 The Medusa Touch John Morlar Jack Gold Lino Ventura, Lee Remick, Harry Andrews
1978 The Wild Geese Col. Allen Faulkner Andrew V. McLaglen Roger Moore, Richard Harris, Hardy Kruger
1978 Absolution Father Goddard Anthony Page
1979 Steiner - Das eiserne Kreuz, 2. Teil Sgt. Steiner Andrew V. McLaglen
1980 Circle of Two Ashley St. Clair Jules Dassin Tatum O'Neal
1981 Lovespell King Mark of Cornwall Tom Donovan
1983 Wagner Richard Wagner Tony Palmer Vanessa Redgrave, Gemma Craven, John Gielgud, Ralph Richardson, Laurence Olivier, Laszlo Galffi, Michel Herz-Kestranek
1984 1984 O'Brien Michael Radford John Hurt, Suzanna Hamilton, Cyril Cusack
1984 Ellis Island (minissérie) Sen. Phipps Ogden Jerry London

 MARLON BRANDO
Marlon Brando, Jr. (Omaha, 3 de abril de 1924 – Los Angeles, 1 de julho de 2004) foi um ator de cinema e teatro estado-unidense. Considerado um dos mais importantes atores do cinema dos Estados Unidos, Brando foi um dos três únicos atores profissionais, juntamente com Charlie Chaplin e Marilyn Monroe, a fazer parte da lista de 100 pessoas mais importantes do século compilada pela revista Time, em 1999.
É talvez mais conhecido pelos seus papéis como Stanley Kowalski em A Streetcar Named Desire (1951), Emiliano Zapata em Viva Zapata! (1952), Marco Antônio na adaptação da MGM da peça de Shakespeare, Julius Caesar e Terry Malloy em On the Waterfront (1954). Durante os anos 70, ele foi mais famoso pela sua performance vencedora do Oscar como Don Vito Corleone, em The Godfather (1972), de Francis Ford Coppola, e, também, pelo seu papel como Coronel Walter Kurtz em Apocalypse Now (1979), também de Coppola. 
Brando também recebeu uma indicação ao Oscar pela sua performance como Paul em Last Tango in Paris (1972), além de ter dirigido e estrelado One-Eyed Jacks (1961).
É considerado um dos maiores e mais influentes atores do século XX. Na opinião de Martin Scorsese, "Ele é o marco. Há o 'antes de Brando' e 'depois de Brando'." Brando foi, também, um ativista, apoiando diversas causas, mais notavelmente o movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos e diversos movimentos em defesa dos índios norte-americanos.
Marlon Brando era filho de Marlon Brando Sr. (1895-1965) e Dorothy Pennebaker Brando. Os seus pais se separaram quando tinha apenas 11 anos de idade - em 1935. A sua mãe levou os filhos (Marlon, Jocelyn Brando e Frances Brando) para viver com a avó em Santa Ana, Califórnia, até 1937, quando decidiu reconciliar com o marido e viver com ele e com os rebentos numa vila chamada Libertyville, Illinois.
Dorothy era uma mulher talentosa, embora fosse viciada em bebidas alcoólicas e mãe ausente. Ela se envolveu com o teatro local, ajudou o jovem Henry Fonda a começar a carreira de ator e incutiu em Brando o interesse pela mesma. Sua irmã mais velha, Jocelyn, também foi atriz.
Brando teve uma infância tumultuada. Foi expulso da escola Libertyville High School e, aos 16 anos de idade, mandado para a academia militar Shattuck, em Fairbault, Minnesota. Lá, se sobressaiu nas aulas de teatro. Mas por tentar escapar do confinamento da escola, sofreu, mais uma vez, expulsão. Aceito de volta um ano mais tarde, decidiu não dar prosseguimento aos estudos.
Brando foi para Nova York atrás de suas irmãs. Uma tentava ser pintora enquanto a outra estava na Broadway. Em Nova York, Brando estudou em várias escolas de teatro com destaque para o tempo em que estudou com Stella Adler no seu estúdio que hoje ainda funciona como escola, a Stella Adler Actors Studio. 
Foi com Stella, a única professora nos Estados Unidos que realmente teve contato com Stanislavski que Brando definiu sua técnica.
Participaria do filme Scary Movie 2 (Todo Mundo em Pânico 2), como o Padre McFeeley; na época das filmagens, no entanto, Marlon contraiu um quadro de pneumonia, que o impediu de participar do filme.
Em 1 de julho de 2004, Marlon Brando morreu de insuficiência respiratória. Segundo o advogado, David J. Seeley, Marlon faleceu em um hospital de Los Angeles e seu corpo foi cremado.
Cinema
Ano Título original Título em português Personagem Notas
1950 The Men br: Espíritos Indômitos Ken Wilcheck
1951 A Streetcar Named Desire br: Uma Rua Chamada Pecado
pt: Um Eléctrico Chamado Desejo
Stanley Kowalski Também interpretou Stanley na Broadway, em A Streetcar Named Desire (Um Bonde Chamado Desejo), de 1947 a 1949.
1952 Viva Zapata! br: Viva Zapata! Emiliano Zapata
1953 Julius Caesar br: Júlio César Marco Antônio
1954 Desirée br: Desirée, o amor de Napoleão Napoleão Bonaparte
On the Waterfront br: Sindicato de Ladrões
pt: Há lodo no cais
Terry Malloy
O Selvagem br:/pt: O Selvagem Johnny Strabler / Narrador
1955 Guys and Dolls br: Garotos e Garotas
pt: Eles e Elas
Sky Masterson
1956 The Teahouse of the August Moon br: Casa de Chá do Luar de Agosto Sakini
1957 Sayonara br: Sayonara Lloyd Gruver
1958 The Young Lions br: Os Deuses Vencidos
pt: Os jovens leões/ O baile dos malditos
Christian Diestl
1959 The Fugitive Kind br: Vidas em Fuga
pt: O homem na pele da serpente
Val "Snakeskin" Xavier
1961 One-Eyed Jacks br: A Face Oculta Rio Único filme dirigido por Marlon Brando.
1962 Mutiny on the Bounty br: O Grande Motim
pt:Revolta na Bounty
Fletcher Christian
The Ugly American br: Quando os Irmãos se Defrontam Harrison MacWhite
1964 Bedtime Story br: Dois Farristas Irresistíveis Freddy Benson
1965 Morituri br: Morituri Robert Crain
1966 The Chase br: Caçada Humana
pt: Perseguição impiedosa
Xerife Calder
The Appaloosa br: Sangue em Sonora Matt
1967 A Countess from Hong Kong br:/pt: A Condessa de Hong-Kong Ogden Mears
Reflections in a Golden Eye br:O Pecado de Todos Nós Weldon Penderton
1968 Candy br: Candy Grindl
The Night of the Following Day br:A Noite do dia Seguinte Bud
1969 Quemada! br:Queimada! William Walker
1972 The Godfather br: O Poderoso Chefão
pt: O Padrinho
Don Vito Corleone
Last Tango in Paris br: Último Tango em Paris Paul
1973 The Nightcomers br: Os Que Chegam Com a Noite Peter Quint
1976 The Missouri Breaks br:Duelo de Gigantes
pt:Duelo no Missouri
Robert E. Lee Clayton
1978 Superman br: Superman - O Filme
pt:Super-Homem - O Filme
Jor-El
1979 Apocalypse Now br: Apocalypse Now Walter E. Kurtz
Raoni br:Raoni Narrador na versão inglesa.
1980 The Formula br: A Fórmula Adam Steiffel
1989 A Dry White Season br: Assassinato Sob Custódia Ian McKenzie
1990 The Freshman br:Um Novato na Máfia
pt:O Caloiro da Máfia
Carmine Sabatini
1992 Christopher Columbus: The Discovery br: Cristóvão Colombo - A Aventura do Descobrimento Tomás de Torquemada
1995 Don Juan deMarco br:/pt: Don Juan deMarco Jack Mickler
1996 The Island of Dr. Moreau br: A Ilha do Dr. Moreau Dr. Moreau
1997 O Bravo br:/pt: O Bravo McCarthy
1998 Free Money br: Loucos por Dinheiro
pt:Assaltantes de Primeira
Warden Sven 'The Swede' Sorenson
2001 The Score br:A Cartada Final
pt: Sem Saída
Max Baron
2001 "You Rock My World"

Participação especial no videoclipe do cantor Michael Jackson.
2006 Superman Returns br:Superman - O Retorno
pt:Super-Homem: O Regresso
Jor-El Foram usados sons e imagens do arquivo digitalmente modificado.

JEAN PAUL BELMONDO
Jean-Paul Belmondo (Neuilly-sur-Seine, 9 de Abril de 1933) é um ator francês.
É filho do famoso escultor parisiense Paul Belmondo (1898-1982) e da dançarina Madeleine Belmondo. É também conhecido como Bébel.
Na juventude, não foi muito bem nos estudos, mas desenvolveu uma grande paixão pelo box e pelo futebol.
Pensou em se tornar boxeador profissional, mas desistiu após duas lutas.
Começou a atuar aos 17 anos de idade. Em 1954, conseguiu o ingresso no Conservatório de Paris e iniciou sua carreira no cinema em 1955, com diversos papéis secundários.
Sua primeira grande performance foi em À bout de souffle (Breathless) de Jean-Luc Godard em (1960), que o tornou um dos grandes atores da Nouvelle Vague.
Em 1964 esteve no Brasil para filmar O Homem do Rio, em cenas coloridas no qual aparece a recém-fundada Brasília, uma relíquia histórica da nova capital.
Em 2001, foi internado por duas semanas, devido a um acidente vascular cerebral, mas se recuperou de forma excelente.
Belmondo contou sobre os meses difíceis que atravessou logo após o AVC de 2001, quando perdeu a fala e o movimento de partes de seu corpo.
Durante um ano "eu não conseguia falar", lembrou a estrela da Nouvelle Vague.


"Pouco a pouco, comecei a formular frases curtas. Agora eu estou falando!", comemorou o ator.
"Foi o esporte que me salvou", disse o ator que adora futebol e boxe e que, quando jovem, sonhava se igualar o boxeador e jogador de futebol Marcel Cerdan (1916-1949).
Aos 80 anos, que ele celebrou na terça-feira, revelou: "Eu não sinto" os anos. "Não sabia que tinha 80 anos, tinha esquecido", brincou.


FILMOGRAFIA



 ÉBANO E MARFIM
 






2 comentários:

  1. Carmen Lins de Carvalho13 de maio de 2013 18:23

    Talento e beleza, todos tinham. Nada dura para sempre, uma pena!

    ResponderExcluir