Páginas

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

CAVERNA KRUBERA


 A CAVERNA KRUBERA
A Caverna Voronya (também conhecida como Krubera-Vorónia) é a caverna mais profunda no mundo. Está localizada no Maciço Arabika, na Abecásia, na região do Cáucaso ocidental. A diferença de altura na caverna é 2,191 (± 9) metros. 
A mesma caverna marcou o recorde prévio por profundidade a 1,710 metros em 2001 por uma russo-ucraniana. Em 2004 a profundidade penetrada foi aumentada a cada de três expedições. Em outubro de 2005, uma parte nova, inexplorada foi encontrada pelo Cavex Team e a caverna ganhou profundidade.
A caverna encontra-se na Arabika Massif, Gagrinsky Range, na Geórgia. Ela tornou-se a “caverna mais profunda” desde 2001, quando exploradores Ucranianos conseguiram chegar a 1.710 metros de profundidade, sendo que esta abertura da caverna chega a mais de 2 quilômetros (2.191 metros). 
Há uma abertura subsequente que deve torná-la ainda mais profunda, mas existe uma cascata de 1500 metros de água gelada que os exploradores não conseguem ultrapassar.
Note-se que este não é o local com mais profundidade na Terra, até porque este sistema de cavernas encontra-se a mais de 2 kms acima do nível do mar, numa região montanhosa.
Mas é o ponto mais profundo abaixo da superfície a que se conseguiu chegar.
Apesar de se encontrar muito abaixo da terra, para lá do ponto onde humanos conseguiriam sobreviver confortavelmente, o certo é que existe muita vida na caverna: desde aranhas, passando por escorpiões, e acabando em camarões.
 
A gruta transformou-se na mais profunda no mundo em 2001 quando a expedição da associação Ukrainian Speleological alcançou a profundidade de 1.710 m.
Em 2004, pela primeira vez cruzou-se a marca dos 2000m de profundidade, chegando-se aos 2080m, numa exploração também realizada por a associação Ukrainian de Speleological.
A profundidade máxima atual de 2.191 m, foi alcançada durante um mergulho de 46m por Gennadiiy Samokhin no depósito terminal, mais uma expedição da associação Ukrainian de Speleological em Agosto - Setembro 2007. 
A gruta permanece como a única na terra com 2.000m explorados.
Existem minas de ouro na África do sul que chegam aos 3,400m de profundidade.




TÉRREO E PRIMEIRO 
 

3 comentários:

  1. Apesar de misteriosas, as cavernas são lindas! É mais um dos caprichos da natureza. E, olha que ela é caprichosa! Segredos sobre a evolução do planeta, dos animais, das plantas, tudo pode ser estudado adentrando essas falhas geológicas, perigosas sim, mais apaixonantes. Liliana

    ResponderExcluir
  2. UAU!!!! É de tirar o fôlego.

    ResponderExcluir
  3. Caprichos da natureza, excedem em sua beleza!

    ResponderExcluir